quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Um comentário:

Sinéas S disse...

A nova gestão política está regredindo na América do Sul. E o Brasil, quem diria, tem no ex partido de esquerda o seu maior, e surpreendente, representante.